24/05/2017

Da Casa Branca para House of Cards | A Netflix contratou Pete Souza



No que toca à promoção de House of Cards, a Netflix não poupa esforços. Frank Underwood tem ao seu serviço uma equipa de Campanha, digna de fazer inveja a qualquer político da vida real. Cada trailer, teaser, poster, tweet são golpes magistrais de marketing bem feito.

23/05/2017

Twin Peaks | Da Televisão à Moda




A série de Mark Frost e David Lynch estreou nos Estados Unidos no dia 8 de Abril de 1990 e desde esse dia, Twin Peaks entrou directamente no patamar das séries de culto.
O mistério e surrealismo dos episódios em torno da morte de Laura Palmer ficaram sempre na nossa memória e o fim deixado em aberto (estou a ignorar o filme Twin Peaks: Fire Walk with Me) permitiu sempre que o assassinato de Palmer permanece a ecoar nas nossas mentes.
Se os fãs ficaram sempre ligados à série abc, a Moda continua a aproveitar Twin Peaks como inspiração.

Elle Magazine | "The Surreal World" by Horst Diekgerdes. Agosto 2012

21/05/2017

Sofia Coppola | Um ícone de estilo

Sofia Coppola by Craig McDean | Interview Magazine. 2013

Filha de Francis Ford Coppola, Sofia, a rapariga indie, criada no seio da "realeza" de Hollywood, depressa encontrou o seu lugar na indústria e rapidamente tornou-se uma das mais importantes realizadoras da sua geração. De 1999 com The Virgin Suicides, passando por Lost in Translation, Marie Antoinette e The Bling Ring, os filmes de Sofia Coppola são, sem medos ou culpa, focados em personagens femininas e todos têm em comum uma espécie de introspecção sonhadora e uma qualidade romântica transcendente.


17/05/2017

The Alienist | Trailer



O TNT divulgou o primeiro trailer para The Alienist, uma série produzida por Cary Fukunaga, realizada por Jakob Verbruggen e James Hawes com , Dakota Fanning, Luke Evans e Brian Geraghty no elenco. 

13/05/2017

Opinião ▪ King Arthur: Legend of the Sword | Guy Ritchie. 2017




As boas notícias são: 
- só são necessários cerca de 15 minutos para ver Charlie Hunnam em tronco nu. 
- cenários, banda sonora e sobretudo guarda roupa e acessórios – são deslumbrantes. 

A má: 
- As histórias medievais, romances de cavalaria e folclore em torno da mítica lenda do Rei Artur que todos conhecemos e pelas quais somos fascinados dá lugar um argumento que parece ter sido escrito por J. R. R. Tolkien ou por George R.R. Martin e à qual é acrescentada a alucinação normal da cinematografia de Guy Ritchie

08/05/2017

Opinião ▪ The OA. T1 | Zal Batmanglij. 2016





Se Stranger Things cativou o espectador pela nostalgia e pelas magníficas referências a acontecimentos / objectos de culto, The OA impressiona porque aborda uma das questões mais complexas da Humanidade, a Fé. No entanto, convém que fique claro que The OA não é de todo uma série com associações a igrejas e não há nenhuma abordagem institucional acerca dessa crença.